Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, Mulher, de 26 a 35 anos, Portuguese, Música, Livros
MSN -



Histórico


    Votação
     Dê uma nota para meu blog


    Outros sites
     UOL - O melhor conteúdo
     BOL - E-mail grátis
     Luz verdadeira
     Sindrome de Estocolmo


     
    Confissões de uma Gravidez


    É, quem é vivo sempre aparece!!! O pai da minha filha acabou de ligar!!! Como se nada estivesse acontecendo, e como se ele fosse o pai mais presente do mundo perguntou finalmente pela filha! Atendi o telefone tranquilamente, também como se eu não estivesse magoada pelo fato de sua ausência e inclusive no dia dos pais. Contei todos os detalhes sobre nossa filha, o que ela já está fazendo, quantos quilos, qual o tamanho, tudo detalhadamente. Ele me disse que ainda está em são paulo e que quando voltar virá ver sua filha, mas não deu detalhes. Pelo que me parece, não sabia que eu tinha ligado para sua mãe, estranho, mas foi o que ele deu a entender. Reafirmei, mais uma vez, novamente, que se ele quisesse que eu fosse levar a nossa filha para sua casa, eu o faria de bom grado, e que também, se quisesse nos encontrar em um ambiente mais neutro, eu não me oporia...

    Senti um aperto no peito, não vou me enganar, tenho medo de que ele faça minha filha sofrer com essas aparecidas surpresas, mas a respeito disso, no momento, não posso fazer nada a não ser esperar e torcer para que nada de ruim aconteça. Espero que a vida siga um dos dois caminhos que eu desejo: o primeiro que ele se torne um pai presente, e o segundo é que ele suma de vez e não nos faça sofrer!!!



    Escrito por grávida às 11h02
    [] [envie esta mensagem] []



    Sei que não escrevo há muito tempo, mas esse blog tem um objetivo muito importante, o de me fazer lembrar de todos os fatos que aconteceram na minha vida e da minha filha em relação ao pai dela, para que no futuro, eu saiba explicar a ela exatamente como tudo aconteceu...

    Não sei se postei antes, mas liguei para o Henrique quando eu entrei com um processo de guarda definitiva+pensão alimentícia+definição dos dias de visitas logo após ele ter registrado a minha filha. Desde esse dia, ele não deu mais sinal de vida, isso já faz mais de umas 5 semanas.

    No dia dos pais, fiquei com dúvidas quanto a eu ligar para ele para dar parabéns, como não tenho muitas pessoas com quem trocar idéias, postei um tópico sobre essa questão em 3 comunidades de mães solteiras no orkut. Dei uma breve explicação sobre a minha situação e a pergunta era se ele devesse ligar ou não. No começo, pensei que não iria dar muito certo, mas pelo contrário, o tópico foi uma polêmica, recebi mais de 30 comentários de mães e até mesmo de pais solteiros. Após analisar todos os comentários, a grande maioria falava para não ligar, a explicação era que AMOR NÃO SE EXIGE, SE DOA DE LIVRE E ESPONTÂNEA VONTADE!!! Ele tem meu telefone, o telefone da minha mãe, o meu endereço, tudo! Então era ele quem deveria ligar... Pois bem, não liguei. Fiquei magoada por ele não ligar, não por mim, pois não sinto coisa alguma por ele hoje, mas por minha filha...

    Bom, passou o dia dos pais, e nem sinal de vida do Henrique... Durante as duas últimas semanas, fiquei pensando em ligar para ele ou para a família dele, fiquei angustiada, triste e ainda mais magoada por essa ausência. Pensava no que mais eu poderia fazer sobre a relação pai-filho para que no futuro, não me arrependesse de nada, absolutamente de nada! Para que ninguém pudesse me falar: "Mas vc deveria ter feito tal coisa!!! Pq vc não fez isso?"

    Hoje, liguei para a casa dele, quem atendeu foi a sua mãe. Meio sem-graça ou até mesmo seca, começamos um diálogo. Ela disse que eu e minha mãe fomos muito duras com ela e com Henrique no dia em que vieram aqui em casa, mas que ela me entendia. Falou que o Henrique tinha ido para São Paulo ver seu outro filho que segundo ela estava com febre!? Falou também que o processo que corria contra ele de seu primeiro filho ( o qual tinha mandato de prisão), já tinha entrado em acordo judicial e ele não corria mais perigo de ser preso. Perguntou como minha filha estava e também falou que não tinha meus telefones e não sabia como chegar em minha casa. Pois bem, dei novamente meus telefones à ela (todos!), expliquei que poderíamos nos encontrar em algum lugar que ela conhecesse (ela sabe chegar quase aqui em casa!), eu iria buscar ela aonde quer que fosse caso ela tivesse realmente desejo em ver a neta, que isso não seria problema algum. Falei também que poderia levar minha filha a sua casa caso Henrique convidasse e que eu não iria dificultar a relação pai-filho e disse ainda que minha mãe tinha se comprometido em sair de casa caso o Henrique quisesse nos visitar, para evitar constrangimentos. FIZ A MINHA PARTE!!! MAIS UMA VEZ!!!

    Quando contei à minha mãe que tinha ligado para eles, ela não gostou muito, disse para deixar quieto!!! Não quero exigir amor, quero deixar minha consciência tranquila, ela é contra mas lhe expliquei os meus motivos... DEUS SABE O QUE FAZ, AÌ SE VAI MAIS UM CAPÌTULO!!!

    Falando de coisas amenas e também maravilhosas, minha filha está cada vez mais maravilhosa. Já sustenta a cabeça, segue objetos, sorri bastante e usou seu primeiro vestidinho ontem!!! Sou realmente uma mãe coruja!!! Troquei meu carro por um com a prestação mais baixa para caber nas minhas finanças, mudei meu visual, enfim, estamos nos aprumando cada vez mais!

     

     

     



    Escrito por grávida às 18h58
    [] [envie esta mensagem] []




    [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]